Continuamos à espera... talvez lá para as "Calendas Gregas"

 

Em 22 de Novembro de 2010 uma notícia do JN, dizia que seria construída com apoio dos fundos comunitários QREN uma CICLOVIA JUNTO AO RIO DOURO ATÉ AVINTES (ver AQUI), embora depois ao ler-se a notícia, verificava-se que aquela "fase" da ciclovia afinal terminava, precisamente às portas de Avintes, deixando toda a parte de Avintes para mais tarde.

 

Em 2010, dizia o JN:

"O passo seguinte é aproximar Quebrantões do Cais do Esteiro, em Avintes. O trabalho será desenvolvido em parceria pela Câmara e pela Administração da Região Hidrográfica do Norte. Até 30 de Novembro, será formalizada uma candidatura aos fundos comunitários do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) com essa finalidade."

 

No JN de hoje é publica nova notícia sobre o mesmo assunto, dado que parece que irão começar as obras, mas infelizmente desta vez, confirma-se preto no branco, o que antes aparecia disfarçado, ou seja, em Avintes vamos continuar à espera!

 

O que diz hoje o JN:

"Para mais tarde e se houver fundos comunitários, fica a reabilitação da frente de rio entre os areinhos de Oliveira do Douro e de Avintes"

 

Se juntarmos a esta notícia de hoje, uma outra, que veio anunciada em jornais de Vila Nova de Gaia e no próprio sitio oficial da Câmara de Gaia, há poucas semanas atrás (e anúncida AQUI no Avintes Blog), sobre novas piscinas em gaia, em que eram anunciado o inicio da construção das piscinas de Pedroso, enquanto se dizia que as de Avintes ainda estavam no papel, ficámos infelizmente esclarecidos que só lá para as calendas gregas*, serão concretizados estes investimentos municipais, em Avintes.

 

Até Outubro de 2009, certos "entendidos" cá da terra atribuíam logo "as culpas" de Avintes ficar para trás nestes investimentos municipais,  ao Ex-Presidente da Junta, Mário Gomes, dizendo que tinha mau relacionamento com a Câmara de Gaia e com o Sr. Presidente Filipe Menezes e que por isso Avintes era prejudicada!

 

Como o Mário Gomes foi mandado "descansar "para casa, há mais de 2 anos, pela maioria dos Avintenses, interrogo-me agora eu, ao ler estas notícias:

 

Quem serão agora os culpados?

 

 

 

--------------------------------------------------------------------

* Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

As calendas, no antigo calendário romano, eram o primeiro dia de cada mês quando ocorria a Lua nova. Havia três dias fixos: as calendas, as nonas (quinto ou sétimo dia, de acordo com o mês) e idos (13º ou 15º dia, conforme o mês). Dos idosé que provém a expressão "nos idos de setembro" para expressar uma data para a segunda metade do mês.

 

É desta palavra que se originou o termo calendário e a expressão calendas gregas, representando um dia que jamais chegará, pois era inexistente no calendário grego.

publicado por Cip Castro às 12:12 | comentar | favorito