AVINTES NA FRENTE DA HIPOCRISIA II

 

Quero agradecer ao Dr. Nuno Oliveira, o facto de ser um dos leitores atentos e assíduos, do meu blog, pelo que vou dedicar-lhe este texto.
 
Antes de mais queria deixar claro, que as minhas divergências e críticas ao Dr. Nuno Oliveira, são de ordem politica, uma vez que pessoalmente mantemos e manteremos, estou certo disso, um bom relacionamento, nada me movendo contra a sua pessoa e estou certo que da parte dele se passará o mesmo.
 
Mas no campo político, estamos verdadeiramente em campos opostos, não tantos nos fins a atingir, mas seguramente nos “meios” de os atingir e acreditem, para mim nem todos “os fins”, justificam os “meios”.
 
E por isso volto a perguntar, se seria preciso fazer de um acto generoso (dar sedes às colectividades), um tamanho acto de oportunismo e propaganda politica (promover a imagem do candidato do PSD à Junta de Avintes)?
 
Seria necessário obrigar as nossas associações a participarem desta forma num acto de campanha eleitoral do PSD/CDS?
 
Se faltam ainda dois anos para o campus escolar estar pronto (serão só dois anos? Olhe Dr. Nuno, a Rua 5 de Outubro, era um ano e já vai em ano e meio e não se sabe quando acabarão as obras!), porque fazer este número de puro oportunismo e hipocrisia politica, agora em plena campanha eleitoral?
 
As nossas associações, quer pelo seu passado, e o pelo seu presente, mereciam da parte do PSD/CDS mais respeito!
 
Mas o mais lamentável, é que isto começou, muito antes, começou há 4 anos atrás, quando o Dr. Nuno Oliveira aceitou fazer parte da Junta de Freguesia, presidida pelo Mário Gomes, depois de ter perdido as eleições.
 
O Dr. Nuno Oliveira foi durante 4 anos um vogal, exactamente como eu, naquele executivo, e o que fez o Dr. Nuno Oliveira durante 4 anos?
 
Praticou uma política de quanto pior melhor, abandonando por completo as suas funções, quase nunca participou nas reuniões, não fez oposição, mas também não teve qualquer acção. Porquê?
Foi para não o acusarem de criar problemas ao Executivo?
 
Mas quando alguém aceita determinado cargo tem a obrigação de dar o seu melhor, não é deixar andar!
 
Aliás o Dr. Nuno Oliveira, fez o mesmo no cargo para o qual foi indicado pela CMG, no Conselho Geral Transitório do Agrupamento de Escolas de Avintes, NUNCA FOI A UMA REUNIÃO, a não ser após o dia em que se apresentou como recandidato do PSD!
 
Em contrapartida, eu também aceitei fazer parte do Executivo da Junta a convite do Mário Gomes, mas ao contrário do Dr. Nuno Oliveira, fui para o executivo, para dar o meu melhor, para contribuir para que o executivo tivesse uma melhor prestação.
 
Eu também não concordo sempre com o Mário Gomes, mal de mim e mal do Mário Gomes se estivéssemos sempre de acordo, mas a diferença é que não fiquei parado a ver passarem 4 anos, procurei contribuir o melhor que pude e soube, na área que me foi atribuída na Junta, a Juventude e Desporto, e não me envergonho do que consegui fazer.
 
Enquanto isso o Dr. Nuno Oliveira deixou o tempo passar, deixou a Junta passar momentos difíceis, sem receber durante os últimos 3 anos da CMG o dinheiro a que temos direito, o que impediu entre muitas outras coisas, que a Junta pudesse dar os apoios monetários no final de cada ano a todas e não apenas a algumas associações.
 
Agora a meia dúzia de semanas das eleições, para aparecer, como o tal benemérito, resolveu tirar da sacola uma proposta do PS e de Mário Gomes de há 4 anos atrás, que era construir a Casa das Colectividades na Escola do Palheirinho (é necessário esclarecer que há 4 anos não havia carta escolar em Gaia e só se falava no encerramento da escola do Palheirinho).
 
Simultaneamente e para ficar em paz com o Senhor, arranjou um protocolo com a Paróquia e no segredo dos DEUSES (isto é tudo muito católico), elaborou também um protocolo para o Teatro Almeida e Sousa (Deus queira que haja um novo QREN).
 
 É este oportunismo e esta hipocrisia política, que critico, mas caro Dr. Nuno Oliveira, agradeço-lhe o facto de querer inaugurar daqui a dois anos as novas sedes junto comigo, mas olhe que eu não sou “adaptável” (para não usar outra palavra) politicamente falando, para além de que o senhor irá perder as eleições e não me parece justo que um Vogal que nada fez durante 4 anos, deva ser novamente convidado pelo Presidente Mário Gomes, para ser membro da Junta!
 
PS: quanto ao facto de ter reunido com todas as colectividades, olhe que a “malta” do PS, em especial o Mário Gomes e eu, não precisamos de as visitar 1 mês antes das eleições para saberemos o que precisam, conhecemos todas muito bem, sabemos das suas dificuldades e necessidades, e quanto ao FC Avintes, é triste o que o senhor disse, pois se o FC Avintes agora é insolvente, (não sei se será!) já o deveria ser há 2 anos atrás e para quê então assinar um protocolo em que a CMG promete construir uma bancada?
Já foi ver aquele “estádio”? Acha aquilo digno?
 
Porque “obrigou” a CMG no tal protocolo ao FC Avintes a ficar com 2 espaços?
 
E porque deram um “chouriço” (a recuperação do campo Joaquim Lopes) ao FC Avintes e ficaram com um “presunto” (o terreno que valia 3 milhões de Euros)?
 
E já agora, será que na reunião que teve com todas as associações, verificou se não haverá mais alguma em insolvência?
Ou vai a CMG daqui a dois anos dizer que quanto à colectividade “não sei quê” já não leva uma sede, porque é insolvente!
 
AVINTES NA FRENTE DA HIPOCRISIA!
publicado por Cip Castro às 17:25 | comentar | favorito