Será que a Freguesia de Avintes vai acabar?

Segundo uma notícia de hoje do JN, o Dr. Filipe Menezes quer acabar com a maioria das freguesias de Gaia!

 

Como chegou Filipe Menezes ao valor de redução de 12 milhões de Euros por cada 4 anos de mandato, ou seja 3 milhões de Euros por ano?

 

E será que este valor (a ser confirmado) seria depois investido, em obras necessárias nas freguesias, principalmente nas do interior, como é o caso de Avintes?

 

Ou seria "metido" nas Empresas Municipais, para onde passariam provavelmente para Administradores e Directores todos os actuais Presidentes de Junta, que não podem candidatar-se novamente ao cargo na sua freguesia?

 

Reparem o que diz Filipe Menezes:

"O autarca acredita que a limitação de mandatos "tornará o debate" sobre a fusão "mais fácil", uma vez que "três quartos dos actuais presidentes de junta não se poderão recandidatar" nos actuais moldes."

 

Reparem igualmente o que assinou, não fez ainda 2 meses, o mesmo Dr. Filipe Menezes, nos protocolos entre a Câmara e as 24 Juntas de Freguesia:

Ou seja, há 2 meses atrás "os autarcas eleitos nas freguesias, pela sua proximidade e conhecimento local dos problemas, são agentes privilegiados para detectar as necessidades colectivas e contribuir de forma decisiva para a sua resolução", mas agora se se acabar com a maioria deles, já se poupam-se 3 milhões de Euros por ano!

 

Afinal em que ficámos?

 

Pela minha parte não sou contra, e considero mesmo necessário, a reforma da administração autárquica, mas não me parece que uma medida destas, deva ser colocada assim, sem mais nem menos, de uma maneira demagógica e populista.

 

Porque então pergunto eu, porque em vez de se acabar com as freguesias que custam muito pouco ao Estado, não se acaba antes com os 308 municípios e com todas as mordomias que os Presidentes das Câmara e os Vereadores com pelouros têm, e criarmos apenas 5 Regiões Administrativas, a quem respondiam directamente as freguesias?

 

Seguramente que os milhões e milhões de Euros gastos nas câmaras só com os carros com motorista, casas da presidência, gabinetes com várias secretárias e assessores, empresas municipais com todos os seus administradores e directores, etc, etc. seriam, pegando nas próprias palavras escritas no protocolo que o Dr. Filipe Menezes assinou em Janeiro, muito melhor aplicados em beneficio das populações das freguesias, que agora se quer acabar!

 

Com esta notícia, talvez se consiga entender melhor, determinadas entrevistas!

 

P'ra melhor está bem, está bem, p'ra pior já basta assim!

 

Veja aqui a notícia do JN e deixe ficar o seu comentário.

publicado por Cip Castro às 16:27 | comentar | favorito